Venezuelana sai de situação de rua através de ação social dos promessistas, em Presidente Prudente (SP)

A venezuelana Maria Barrios, de 35 anos, e seus três filhos saíram da situação de rua, graças a ação solidária “Prato Cheio”, capitaneada pelos cristãos da Igreja Adventista da Promessa Brasil Novo, bairro de Presidente Prudente (SP), da Convenção Oeste Paulista. Agora, Maria vive temporariamente num apartamento cedido por um advogado e o condomínio mantido pela igreja local. Esta ação, recebeu o apoio da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) da cidade. Em julho de 2017, Maria saiu da Venezuela, que vive grave crise política e econômica, para tentar vida melhor no Brasil.

(Foto: Reprodução/O Imparcial Digital.)

O encontro entre os refugiados e a igreja aconteceu no dia 14 de novembro de 2020. Desde então, os promessistas envolvidos na ação solidária lutaram para ajudá-la a ter moradia, além de auxiliá-la na busca de um emprego. O fato foi noticiado pelo jornal “O Imparcial”, da cidade de Presidente Prudente. Ele circula em mais de 53 cidades e alcança meio milhão de paulistas. Além de ser publicado em sua versão digital, alcançando mais pessoas. “Eles tiveram uma dedicação para arrumar a casa para nos acomodarmos, e isso foi muito bonito. Foi muito emocionante para os meus filhos e para mim”, Maria contou ao jornal. (Na foto Maria, ao meio,  familiares e promessistas).

 O perfil da igreja no Facebook noticiou o fato no sábado (23), destacando que, além de ajudar nos preparativos, Maria Barrio se rendeu a Cristo e entregou marmitas nas ruas da cidade com outros voluntários que pertencem à igreja.

 

Ação Solidária “Prato Cheio”

O “Prato Cheio” iniciou em março de 2020, na pandemia da Covid-19, e tem sido realizado aos sábados. Segundo o seu coordenador, o diácono e diretor de Liturgia da Promessa Brasil Novo, Josué dos Santos,  já entregou cerca de 2 mil 257 marmitas, 2 mil e 100 copos/garrafas de água e alcançou mais de 2 mil pessoas. E ainda tem mais: eles já distribuíram, com a ajuda dos promessistas e de pessoas que não pertencem à igreja, roupas, cobertores, sapatos e itens de higiene pessoal.

Os mais fragilizados têm sido o público-alvo: pessoas em situação de rua, venezuelanos e dependentes químicos. Em fala ao jornal, Josué disse que “é gratificante ver que o apoio, uma palavra e uma conversa pode mudar a vida de uma pessoa”. O coordenador ainda contou ao promessistas.org que, diante do serviço prestado, a igreja passou a ter visibilidade em Presidente Prudente, e a ação serviu de testemunho do evangelho: “A igreja passou a ser conhecida na cidade, e, em parceria com a OAB, conseguimos mobiliar o apartamento, ajudar muitas pessoas, como a família venezuelana”.

Muitas pessoas encontradas nas ruas eram evangélicas, e a maioria não está mais nelas; algumas saíram com a ajuda dos cristãos e voltaram até para a cidade em que moravam: “Já ajudam os com a compra de passagens de ônibus a voltarem para as suas cidades, e até para fora do Brasil, como no caso de um advogado venezuelano”, contou o Dc. Josué.

Para os membros da igreja, além de glorificar a Deus, essa ação é uma forma de viver a temática da série de lições “Uma igreja para a cidade”, estudada nas escolas bíblicas promessistas. O projeto precisa de doações para ter continuidade. Elas podem ser feitas através do contato com o coordenador do Projeto, Dc. Josué, pelo telefone: (18) 99772-8597.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x